Brincar e gerar bons resultados.

Brincadeira de criança, como é bom, como é bom …

Ah, que saudade do meu tempo de criança! Era tão bom!

Sentimos mesmo a falta dessa espontaneidade e liberdade que vemos na criança. Nós adultos, temos uma forte tendência de aprendermos através de comparações com o nosso mapa de mundo.

Temos uma sequência, um mecanismo para aprendermos, nós captamos, comparamos e validamos as informações externas.

A criança, talvez por ter sua visão e experiência mundana, seu mapa, ainda pequeno, é mais suscetível a aceitar o novo por ser mais liberta, por assim dizer.

O lúdico, aplicado em treinamentos e dinâmicas de grupo, nos convida a resgatar o nosso lado criança para apreciar um determinado conteúdo. Podemos dizer que a informação é entregue em uma embalagem especial que irá romper a barreira dos pressupostos com mais eficiência e terão, portanto, um efeito mais profundo e duradouro.

Criar ambientes de trabalho descontraídos e bem humorados na dose certa e com pessoas chave, pode ser interessante se estes forem guiados com objetivos bem definidos de aprendizagem a fim de gerar bons resultados.

Quando não se consegue os resultados esperados é necessário fazer as as coisas diferentes, afim de gerar resultados diferentes. Quando acessamos estes estados libertos, desgarrados, temos também a tendência de ser mais criativos em nossas soluções.

Brincar é coisa pra gente grande que quer crescer!

Sobre Gilberto Chaves

Avatar

Gilberto Chaves é Coach. Como agente facilitador de transformação, ele ajuda as pessoas e suas organizações a conquistarem objetivos maiores e mais rápidos, através de métodos e ferramentas simples e eficazes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *